CompareComparando...

VW Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line

A Ler
VW Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line

Visão geral
Marca:

VW

Modelo:

Golf

Versão:

1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line

Ano lançamento:

2020

Segmento:

Familiares compactos

Nº Portas:

5

Tracção:

Dianteira

Motor:

1.5

Pot. máx. (cv/rpm):

150/5000-6000

Vel. máx. (km/h):

224

0-100 km/h (s):

8,5

Consumos (l/100 km):

4,6-4,8 (Combinado WLTP)

CO2 (g/km):

130 (Combinado WLTP)

PVP (€):

€42 486/€45 814 (unidade testada)

Gostámos

Motor evoluído, Consumos e prestações, Desempenho dinâmico de referência, Tecnologia a bordo, Qualidade geral, Imagem

A rever

Preço, Alguns materiais, Interface do sistema de infoentretenimento exige habituação

Nosso Rating
Rating Leitor
Para avaliar, registe-se ou inicie sessão
Qualidade geral
9.0
Interior
9.0
Segurança
9.0
Motor e prestações
8.0
Desempenho dinâmico
9.0
Consumos e emissões
8.0
Conforto
7.0
Equipamento
8.0
Garantias
7.0
Preço
5.0
Se tem pressa...

O novo VW Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line, não sendo das versões mais acessíveis da gama da mais recente geração do popular compacto germânico, será uma das mais completas, e das que melhor ilustra o invejável leque de trunfos que encerra um modelo que continua a ser a referência da sua classe. Uma proposta superiormente equilibrada, isenta de pontos especialmente criticáveis, e cujos atributos menos positivos ter-se-ão que considerar mais como pecadilhos do que como verdadeiros defeitos. A excepção: a contrapartida exigida pelo construtor germânico por tão extenso lote de atributos, também ele superior ao praticado pela esmagadora maioria dos seus concorrentes…

7.9
Nosso Rating
Rating Leitor
Você avaliou este

Publicidade

Para protagonizar o primeiro ensaio à oitava geração do crónico best-seller europeu eis o novo Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line. Uma versão que não será das mais acessíveis da gama, nem, porventura, das mais procuradas em Portugal, mas que tem a vantagem de ser uma das que melhor ilustra o invejável leque de atributos da mais recente evolução do popular familiar compacto da VW.

Aqui combinam-se o motor 1.5 eTSi de 150 cv com sistema mild hybrid de 48 Volt e sistema de desactivação de cilindros, a caixa pilotada DSG de dupla embraiagem e sete velocidades, e o nível de equipamento R Line, que, entre outros predicados, inclui a suspensão desportiva. Ou seja, um Golf capaz de oferecer, ao mesmo tempo, prestações de bom nível e consumos de referência, assim como uma condução fácil e confortável, mas que nem por isso deixa de fazer boa figura quando sujeito a uma utilização mais empenhada.

Como é da praxe, há praticamente cinco décadas, uma proposta pautada por um extremo equilíbrio, patente, também, e desde logo, na sua aparência exterior. As linhas da carroçaria só podiam ser de um Golf, mostrando-se deveras sóbrias e discretas, e tendo recebido as alterações suficientes, nomeadamente a iluminação exterior integralmentre por LED, para serem, também, modernas, actuais e plenas de classe. No nível R Line, por via do pára-choques traseiro exclusivo, e das belíssimas, embora opcionais, jantes de 18”, ganham o toque extra de dinamismo que a sua designação comercial sugere, acabando este por ser um automóvel a que poucos ficam indiferentes.

As linhas da carroçaria só podiam ser de um Golf, sendo o primeiro factor indiciador do extremo equilíbrio, mais uma vez, patenteado pelo familiar compacto da VW, actualmente na sua oitava geração

As linhas da carroçaria só podiam ser de um Golf, sendo o primeiro factor indiciador do extremo equilíbrio, mais uma vez, patenteado pelo familiar compacto da VW, actualmente na sua oitava geração

Progresso mais substancial registou o habitáculo, tão simples quanto acolhedor e distinto, merecendo destaque a decoração marcada por alguns elementos específicos do nível R Line, como o extremo bom gosto do padrão do tecido que reveste os bancos, ou as aplicações cromadas. A qualidade geral continua a ser de referência, e mesmo que alguns plásticos não sejam os mais nobres, mormente os aplicados em zonas menos visíveis do interior, a verdade é que não existe muito melhor na classe, acabando este pecadilho por ser compensado pela montagem e pelos acabamentos de nível superior.

Publicidade

A habitabilidade continua a ser generosa, inclusive no que ao espaço para pernas atrás diz respeito, até porque a plataforma MQB Evo, que está na génese do Golf VIII, não é mais do que uma evolução da utilizada pelo seu antecessor. Já a capacidade da mala de 380 litros é apenas correcta para o segmento, mas pode ser ampliada até um máximo de 1237 litros mediante o rebatimento assimétrico do banco traseiro, existindo, ainda, um duplo piso que incrementa a versatilidade.

Domínio em que o novo Golf se destaca em absoluto do seu predecessor, o da tecnologia e conectividade. O conceito Innovision Cockpit caracteriza-se pela adopção do painel de instrumentos totalmente digital Digital Cockpit Pro, com ecrã de 10,25”, e de um sistema de infoentretenimento com ecrã táctil 10”, ambos muito completos e com inúmeras possibilidades de personalização. E se é um facto que a interface do segundo poderia ser um pouco mais intuitiva, sobretudo para tornar mais fácil a respectiva utilização por parte dos menos familiarizados com esta soluções mais vanguardistas, da mesma forma que os botões hápticos no volante também exigem alguma habituação, inequívoco é que, com algum tempo e paciência, ninguém poderá negar que ambos oferecem muitas valências e inegáveis vantagens.

Já o posto de condução é simplesmente soberbo: amplas regulações para banco e volante, precisa colocação dos principais comandos e instrumentos, óptima ergonomia e excelente visibilidade para o exterior em todos os sentidos. Impossível não reparar, ainda, no selector de comando da caixa minimalista, e em dois elementos que fazem parte integrante do nível de equipamento R Line: os excelentes bancos com encostos de cabeça integrados, cómodos e com um bom apoio lateral, e o volante com secção interior plana, senhor de dimensões e de uma pega perfeitas.

Apesar da menor nobreza de alguns plásticos, a qualidade geral continua a ser uma referência, o posto de condução é óptimo, e a digitalização e a conectividade estão em alta, em boa parte devido ao painel de instrumentos digital e ao sistema de infoentretenimento muito evoluídos

Apesar da menor nobreza de alguns plásticos, a qualidade geral continua a ser uma referência, o posto de condução é óptimo, e a digitalização e a conectividade estão em alta, em boa parte devido ao painel de instrumentos digital e ao sistema de infoentretenimento muito evoluídos

A animar o novo Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line está o quatro cilindros com injecção directa de gasolina e 1,5 litros, dotado de turbo de geometria variável, sistema eléctrico de 48 Volt e sistema de desactivação de cilindros, o qual tem, obrigatoriamente, acoplada a caixa DSG7. Propondo os modos de condução Eco, Comfort, Sport e Individual, é no primeiro que revela o melhor de si, pela forma precisa como todos os elementos se conjugam para garantir o objectivo pretendido: uma utilização eficiente no plano ambiental.

Significa isto que, adoptando uma condução focada nessa mesma eficácia, seja pela forma como a transmissão, rápida e muito suave, se ajusta na perfeição a tal desiderato, através da rápida e correcta selecção da melhor relação de caixa, seja pelo facto de ser possível rolar a velocidades na casa dos 100 km/h no modo de apenas dois cilindros, os consumos, em estrada e auto-estrada, acabam por ficar praticamente ao nível dos de um Diesel a velocidades legais e minimamente estabilizadas, sendo de igual modo convincentes em percursos urbanos e suburbanos, e nunca assustando mesmo quando se adoptam ritmos mais intensos. Não menos relevantes, as muito úteis sugestões preditivas, destinadas a conter o gasto de gasolina, fornecidas pelo sistema de bordo, em especial as que preconizam o libertar antecipado do acelerador à aproximação, por exemplo, de um cruzamento, de uma fila de trânsito ou de outras situações em que é previsível que seja necessário abrandar, ou mesmo parar.

Mas o conjunto motor/caixa também permite ao Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG adaptar-se com idêntica facilidade tanto a uma condução citadina, como a uma toada familiar tranquila, como ainda a ritmos mais acelerados. Evoluindo bem até aos 200 km/h, e sem dificuldade de maior aflorando os 230 km/h, oferece prestações extremamente interessantes, por via de uma resposta sempre pronta, e se casos poderão ocorrer, nos limites, em que a actuação da caixa não é a mais imediata, os mais exigentes poderão sempre recorrer às patilhas no volante, nomeadamente para antecipar as trocas de mudança, em especial as reduções, ºara usufruir de um outro envolvimento ao volante.

Trunfo adicional desta versão, a tranquilidade a bordo garantida pelo competente isolamento acústico do habitáculo, e pelo funcionamento suave e silencioso do motor, o garante de que o ruído emitido pelo 1.5 eTSI nunca é incómodo, mesmo quando se aumenta ritmo e este se torna um pouco mais elevado acima das 4000 rpm. Da mesma forma que são praticamente inaudíveis ruídos de rolamento ou aerodinâmicos, o que, por sua vez, também diz bem do trabalho levado a cabo pelos técnicos no capítulo da optimização aerodinâmica, comprovada por um CX de somente 0,28.

Seja numa toada tipicamente familiar, um quando se adopta uma condução mais empenhada, o Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line faz tudo bem: consumos excelentes, boas prestações e uma invejável competência tanto em termos de conforto como de eficácia

Seja numa toada tipicamente familiar, um quando se adopta uma condução mais empenhada, o Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line faz tudo bem: consumos excelentes, boas prestações e uma invejável competência tanto em termos de conforto como de eficácia

Quanto ao desempenho dinâmico, é de excelência, ao nível quer do conforto, quer da eficácia, fazendo jus aos pergaminhos conquistados pelo Golf ao longo de quase cinquenta anos. Mesmo com suspensão desportiva, e opcionais pneus 225/40R18 (225/45R18 de série), o pisar sólido do Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line, com eixo multilink traseiro, não o impede de absorver com grande competência as irregularidades, garantindo uma elevada comodidade aos seus ocupantes mesmo quando a qualidade do piso de degrada, bem como uma condução extraordinariamente fácil e agradável em qualquer circunstância.

Simultaneamente, também não se nega a uma utilização mais empenhada, mesmo quando a toada é mais própria para um “GTI” do que para um familiar dinâmico. Com diferencial electrónico XDS de série, possibilidade de desligar o controlo de tracção, uma direcção precisa e directa, e um competente sistema de travagem, independentemente do ritmo imposto, e, até, de eventuais erros que se cometam, o chassis corresponde sempre aquilo que dele se espera. Graças a uma frente rápida e incisiva, a um notável equilíbrio global e a um óptimo controlo dos movimentos da carroçaria, a extrema previsibilidade e progressividade de reacções traduz-se num prazer ao volante difícil de igualar a este nível, sendo mesmo possível desfrutar do ligeiro escorregar da traseira permitido pela electrónica, antes do controlo de estabilidade entrar em acção, para alcançar outras velocidades de passagem em curva e dispor de uma apreciável agilidade.

À laia de conclusão, o teste ao novo VW Golf 1.5 eTSI MHEV 150 cv DSG R-Line prova que a marca de Wolfsburg não se poupou a esforços para garantir que o seu modelo de eleição continua a ser, na sua categoria, a referência do mercado em quase todos os capítulos, incluindo o dos sistemas avançados de auxílio à condução (no qual se apresenta bastante bem apetrechado). O reverso da medalha, embora tal também esteja longe de constituir novidade, é que tudo isso tem um preço, que, no caso presente, é de uns nada módicos €42 486 (€45 814 com os extras instalados na unidade testada), verba que é substancialmente superior ao praticado pela maioria dos seus rivais com recheio equivalente, incluindo alguns oriundos do próprio Grupo VW.

Airbag para condutor e passageiro (desligável)
Airbags laterais dianteiros
Airbags de cortina
Controlo electrónico de estabilidade
Diferencial electrónico XDS
Travagem autónoma de emergência com alerta de colisão frontal e detecção de peões+ciclistas
Assistente activo à manutenção na faixa de rodagem
Sistema de travagem anti-colisões múltiplas
Sistema de detecção de fadiga do condutor
Sistema de leitura de sinais de trânsito
Travel Assist
Emergency Assist
Cintos dianteiros com pré-tensores e limitadores de esforço
Fixações Isofix
Assistente aos arranques em subida
Travão de estacionamento eléctrico
Cruise control adaptativo+limitador de velocidade
Ar condicionado automático de três zonas
Computador de bordo
Painel de instrumentos digital de 1,025"
Bancos dianteiros desportivos com escostos de cabeça integrados
Bancos dianteiros reguláveis em altura+regulação lombar para condutor
Banco rebatível 60/40
Volante em pele regulável em altura+profundidade
Volante multifunções com patilhs de comando da caixa de velocidades
Direcção com assistência eléctrica variável
Suspensão desportiva
Selector de modos de condução
Sistema de infoentretenimento com rádio digital DAB/leitor de mp3+ecrã táctil de 10,0″+7 altifalantes+entradas 2+2USB
Mãos-livres Bluetooth
Sistema de navegação
Carregamento por indução para smartphones
Vidros eléctricos FR/TR
Vidros traseiros escurecidos
Sensor de luz+chuva
Retrovisores exteriores eléctricos+aquecidos+rebatíveis electricamente
Acesso+arranque sem chave
Faróis dianteiros por LED Performance com luzes de curva dinâmicas
Assistente de máximos
Farolins traseiros por LED
Iluminação ambiente configurável (30 cores)
Jantes de liga leve de 17″
Sensores de estacionamento dianteiros+traseiros
Sistema de monitorização da pressão dos pneus
Kit de reparação de furos

Head-up display (€637)
Câmara de estacionamento traseira (€304)
Jantes de liga leve de 18″ (€459)
Preparação Mobile Key para acesso ao veículo via smartphone (€216)
Sistema de navegação Discover Pro (€637)
Faróis por LED Matrix (€887)
Preparação para We Connect e We Connect Plus (€90)
Pacote roda suplente (€98)

Qual é a sua reação?
Excelente
50%
Adoro
0%
Gosto
50%
Razoavel
0%
Não gosto
0%
Comentários
Deixar uma resposta

    Deixar uma Resposta

    three × 1 =